Ilha de Santo Antão. Mar &  Montanhas

História da Ilha de Santo Antão

Inicialmente batizada de Santo António, com 754 km2, Santo Antão é a segunda maior ilha do Arquipélago de Cabo Verde, sendo a mais ocidental e a mais setentrional do arquipélago com elevado índice pluviométrico. Santo Antão é a ilha mais impressionante de Cabo Verde com profundos vales,  picos e cumes escarpados com áreas verdes e secas contrastantes. Uma extensa cordilheira se estende do norte a  a sul, dividindo a ilha em duas partes, norte e sul, com altitudes superiores a 1500 metros em vários locais onde o Topo de Coroa é o ponto mais alto  da ilha com 1979 metros. A encosta sul, onde se localiza a cidade de Porto Novo, e onde circulam os ferries para a ilha de São Vicente, é mais recortada e coberta de vegetação.

Cabo Verde_Drohne_2019_271-Panorama.jpg
_MG_4424.jpg

Além do mergulho

Montanhosa, verde e principalmente agrícola, Santo Antão destaca-se pela sua grandiosidade. Os passeios, o montanhismo e as pequenas visitas às pequenas produções de grogue, são as atrações da ilha. Entre socalcos e vales, formados pelos inúmeros labirintos percorridos, dão sustento à cana-de-açúcar bem como resulta num grogue distinto e artesanal. 

O Vale do Paúl da Ribeira Grande e o Topo da Coroa são o culminar de toda a beleza sem fim desta ilha. É formada por extensas áreas basálticas, trilhos e caldeiras, tornando-se um local atraente para desportos de aventura como canyoning, caminhadas, trekking, ciclismo, pesca e tantos outros, que combinados ajudam a ter uma mente sã em um corpo são.

No entanto, a grandiosidade da ilha não acaba aqui, os usos e costumes das suas gentes trazem um espírito entre o profano e o sagrado e entre a alegria e a tranquilidade. “Tarrafal de Monte Trigo”, “Pico da Cruz”, “Cova” e o farol “Fontes Pereira de Melo” irão certamente cativar o olhar e o sentido dos visitantes.

O Mar e a Biodeversidade

A fauna marinha é rica e diversa, as águas são límpidas, normalmente com  uma visibilidade de mais de 25 metros. A temperatura média anual do ar na ilha de Santo Antão varia entre 24 º C a 30 º C e a temperatura do mar entre 23 º C e 28 º C. Todos estes ingredientes promovem a existência de plataformas de coral e peixes multicoloridos criando um ambiente incrível.

 

A biodiversidade é imensa e a chance de avistar organismos como Wahoo, Atum Skipjack e Golfinho-comum é uma realidade. Também se podem observar numerosas espécies permanentes de peixes em diferentes épocas do ano, como a dourada, a tainha, o esmoregal, o pargo, a moreia, a tainha, a garoupa. As espécies migratórias como atuns, golfinhos, cachalotes, orcas e baleias surgem repentinamente.

DSC09511.jpg